Homem é preso em Rondônia, na fronteira com a Bolívia com R$ 2 milhões em barras de ouro

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Um homem identificado como Wesley V. C foi preso na noite de terça-feira na cidade de Nova Mamoré, a 40km de Guajará-Mirim, fronteira com a Bolívia, em Rondônia, com quase 6 quilos de ouro em barras, que estavam amarradas em seu corpo.

Policiais civis, em abordagem de rotina, pararam o carro de Wesley, um HB20 e deram início à revista. Ele ficou nervoso e os policiais decidiram ampliar a busca e encontraram o ouro.

A Polícia acredita que o produto, avaliado em cerca de R$ 2 milhões, seria trocado por droga na Bolívia. Preso, Wesley foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Guajará-Mirim.

A origem do metal não foi revelada.

Guajará-Mirim fica a 340km da capital de Rondônia, Porto Velho e é fronteira com a Bolívia. A travessia entre os dois países é feita de barco.

Polícia apreende metralhadora com silenciador, em Porto Velho

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Arma estava dentro de um carro que também transportava quase 5kg de cocaína

Uma metralhadora com silenciador foi apreendida com dois homens em um carro, na segunda-feira (2), na Rua Kunzita, em Porto Velho. Com a dupla também foi apreendida quase cinco quilos de cocaína oxidada.

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos estavam sendo monitorados desde a semana passada. No fim de semana, os dois homens teriam ido até Guajará-Mirim, interior do estado, e a polícia decidiu abordá-los depois deles retornarem para Porto Velho, já na segunda-feira.

A investigação foi conduzida pela Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, através do delegado titular Alessandro Morey.

Durante revista ao veículo, os policiais localizaram a cocaína entre o tanque de combustível e o assoalho do veículo. A droga, cerca de cinco quilos, estava enrolada em um saco plástico preto .

Após a localização dos entorpecentes, segundo a delegacia, foi realizado um exame pericial preliminar e constatado se tratar de cocaína oxidada, do tipo pedra.

No carro dos suspeitos também foi encontrado uma metralhadora com silenciador e carregadores. Os dois homens foram presos e a arma apreendida. Com G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Sargento da Aeronáutica é preso por vender drogas ‘gourmet’ no DF

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Segundo polícia, militar oferecia entorpecentes pelas redes sociais. Homem foi detido em Santa Maria; FAB afirma que ‘repudia eventuais desvios de conduta’

Um 3º sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) foi detido nesta quinta-feira (20) por suspeita de cultivar drogas em casa e vendê-las pelas redes sociais. A prisão ocorreu em Santa Maria, no Distrito Federal.

O nome do 3º sargento não foi divulgado pela polícia. A FAB informou que “colabora com as autoridades policiais e reitera que repudia eventuais desvios de conduta, os quais não representam os valores, a dedicação e o trabalho do efetivo em prol do cumprimento de sua missão institucional”.

De acordo com investigadores da 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul, responsável pela ação, foram encontrados vários tipos de maconha que eram vendidas pelo militar entre R$ 80 a R$ 120 reais o grama.

“Na casa dele também encontramos, entre outros objetos, instrumentos utilizados para a preparação e produção de drogas, uma balança de precisão, sementes, óleos de maconha e a quantia de R$ 1.620,00”, afirmou o delegado João Ataliba.

Polícia encontrou na casa do militar da Aeronáutica no DF, balança de precisão, sementes, óleos de maconha e R$ 1.620,00 — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia encontrou na casa do militar da Aeronáutica no DF, balança de precisão, sementes, óleos de maconha e R$ 1.620,00 — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Investigação

Segundo o delegado, o sargento “não tinha medo” de utilizar o carro dele para vender a droga porque sempre estava fardado. As investigações começaram em outubro do ano passado, após uma denúncia anônima.

Durante o monitoramento, os policiais identificaram que o sargento usava um perfil em uma rede social para anunciar as drogas que ele produzia em casa. Em seguia, ele fazia a entrega.

Os investigadores descobriram ainda que o militar fazia vendas de entorpecentes em todo o DF. Ele foi indiciado pelos crimes de tráfico de drogas e por possuir instrumentos destinados à preparação e produção de drogas. Se condenado, pode pegar de 8 a 25 anos de prisão.

Até a última atualização desta reportagem, o sargento continuava detido na 1ª DP.

VOTE NA ENQUETE

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSesHhRld7Y62jSdwmydrNqN3Ml1ZvWn3miZxt5DgHp5gED5bQ/viewform?usp=sf_link

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Caminhoneiro de 63 anos é preso com 158 kg de drogas em rodovia do Paraná

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

PRF usou cães farejadores e descobriu a droga nos estepes da carreta

Com a ajuda de cães farejadores policiais rodoviários federais e militares,  apreendem 158,3 kg de cocaína escondida em carreta, na tarde desta terça-feira, em Alto Paraná, na região noroeste do Estado.

A droga estava escondida dentro dos três estepes de uma carreta bitrem, abordada na BR-376, em frente à unidade operacional da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Os policiais rodoviários federais desconfiaram do nervosismo excessivo do motorista, um homem de 63 anos, que transportava 38 toneladas de soja.

Após mais de meia hora de fiscalização, ainda sem identificar nenhum ilícito nem no caminhão nem nos semirreboques, a equipe da PRF resolveu pedir apoio do Canil da Polícia Militar de Paranavaí.

Em poucos minutos, os dois cães pastores belgas logo identificaram a presença do entorpecente, nos três estepe da combinação de veículos. Com auxílio de um borracheiro, os pneus foram desmontados e 150 tabletes de cocaína, apreendidos.

O preso disse aos policiais que saiu de Dourados (MS) e que o destino final da carreta seria Rolândia (PR). Ele alegou desconhecer a existência da droga.

A PRF registrou a ocorrência na Delegacia da Polícia Civil de Alto Paraná. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão. Via PortalParaná

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

PRF apreende 1 tonelada de cocaína em caminhão-tanque, em GO

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Aos policiais, caminhoneiro alegou que não sabia da droga. De acordo com a corporação, esta foi a maior apreensão de cocaína já feita na história da PRF na região

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de uma tonelada de cocaína dentro do tanque de uma carreta de óleo vegetal na BR-050 em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. O motorista foi preso e deve responder pelo crime de tráfico de drogas.

A apreensão aconteceu na tarde de domingo (12) na altura do KM 110, durante uma fiscalização da PRF. Segundo a corporação, esta foi a maior apreensão da droga já feita pela corporação na região.

Os policiais disseram que suspeitaram do nervosismo do motorista durante a abordagem. O caminhoneiro contou que tinha engatado a carreta em Campinas, no interior de São Paulo, e que entregaria na cidade de Luiz Eduardo Guimarães, na Bahia. Ele alegou que não sabia que o tanque estava cheio de droga.

O veículo foi apreendido e levado para a Unidade Operacional da PRF em Santa Maria, no Distrito Federal, onde, com ajuda do Corpo de Bombeiros, foi aberto o tanque e contabilizada a carga ilícita. Ao todo, o veículo transportava 1,1 mil tabletes com cerca de 1 kg da droga.

De acordo com a PRF, o caminhão vai passar por perícia para identificar possíveis adulterações. via G1/GO

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mais de 70 quilos de cocaína são achados em fundo falso de carreta na BR-364, em RO

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Droga foi apreendida no quilômetro 208 da rodovia na tarde desta terça-feira (10). Caminhoneiro, de 47 anos, foi preso

Um caminhoneiro, de 47 anos, foi preso com mais de 70 quilos de cloridrato de cocaína, no quilômetro 208 da BR-364, em Pimenta Bueno (RO). A prisão por tráfico de drogas ocorreu na tarde desta terça-feira (11). Os entorpecentes foram achados por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em um fundo falso da carreta do suspeito.

De acordo com a PRF, foram apreendidos exatos 71,17 quilos de cocaína.

Conforme a corporação, enquanto os agentes faziam a fiscalização na rodovia, verificaram que o motorista tinha passagem pela polícia. Isso fez com que os policiais fizessem uma vistoria mais detalhada.

Após a apuração, a PRF encontrou 68 tabletes da substância, além de R$ 4 mil. Em breve depoimento no local, o motorista informou apenas que não sabia o destino da carga, nem mesmo a quantia que receberia pelo transporte.

O caminhoneiro suspeito foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Via G1/RO

Continue lendo…

Acriana é presa no aeroporto de Brasília com 13,7kg de drogas; ela estava com filha no colo

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Entorpecentes foram encontrados em mala. Criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar

Uma mulher de 20 anos foi presa por transportar 11,5 quilos de skunk e 1,5 quilo de cocaína, na tarde desta segunda-feira (2), no Aeroporto de Brasília. Segundo a Polícia Federal, a suspeita viajava com a filha no colo quando foi detida.

A mulher embarcou em um voo em Rio Branco, no Acre, com destino a Fortaleza, no Ceará. A aeronave fez uma conexão em Brasília e, no terminal da capital, um exame de raio X identificou diversos pacotes com substância orgânica no interior das duas malas da jovem.

Policiais federais pediram à mulher que abrisse as bagagens e encontraram 12 pacotes escuros envolvidos em um plástico transparente. Um exame preliminar apontou a presença de entorpecentes.

A mulher foi encaminhada à Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal e responderá pelo crime de tráfico. Já a criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar do DF.

Continue lendo…

Operação Shark: polícia prende 30 pessoas por tráfico de drogas em Rondônia

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Ação aconteceu nesta terça-feira (5) na região central do estado. Armas também foram apreendidas

A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (5) mais uma fase da Operação Shark. Até agora, 30 pessoas foram presas por tráfico de drogas em municípios da região central de Rondônia. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

Segundo informações da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ji-paraná, as prisões foram feitas por causa de uma investigação iniciada há três meses, com o recebimento de uma denúncia anônima.

Após diligências realizadas nas últimas semanas, o Serviço de Investigação e Capturas (SEVIC) descobriu uma organização criminosa que comercializava entorpecentes na região central do estado, como em Ji-Paraná e Ouro Preto do Oeste.

Até a tarde desta terça-feira, a Polícia Civil diz que cumpriu:

  • 28 mandados de busca e apreensão
  • 24 prisões temporárias
  • 6 prisões em flagrante por tráfico de drogas
  • duas internações de menores por envolvimento com a quadrilha
  • sequestro de dois imóveis utilizados para vender drogas
  • apreensão de um quilo de cocaína e dois revólveres calibre 38

A investigação também teve o apoio do Ministério Público do estado. A partir de agora, a Polícia Civil tem 30 dias para concluir o inquérito e apresentar ao MP. A operação tem o nome de Shark, pois um dos suspeitos comercializava peixe.

Essa é a segunda fase da Operação Shark, que teve início em agosto deste ano. Na primeira fase foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão. Via G1/RO.

LEIA TAMBÉM

Goiano é preso com cerca de 20 kg de cocaína em Ji-Paraná, RO

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Prisão aconteceu na madrugada desta terça-feira (29). Suspeito seria morador de Aparecida de Goiânia

Cerca de 20 quilos de cocaína foram apreendidos com um motorista de 27 anos, na madrugada desta terça-feira (29), no km 345 da BR-364, em Ji-Paraná (RO). A droga foi descoberta durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o suspeito recebeu voz de prisão por tráfico.

Segundo a PRF, o condutor, morador de Aparecida de Goiânia (GO), estaria seguindo viagem para a Bahia. Na abordagem, o suspeito demonstrou nervosismo e entrou em controvérsia ao responder as perguntas dos policiais.

Os agentes então realizaram uma revista no veículo e localizaram, no fundo falso do porta-malas, 19,5 quilos de cloridrato de cocaína.

Após receber voz de prisão, o homem foi levado à Polícia Federal (PF) de Ji-Paraná. A droga também foi levada à delegacia da PF.

Identificado militar preso por tráfico em comitiva presidencial

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Ele não passou pelo raio-x e poderia ser “requisitado a qualquer momento”

O jornal O Globo identificou o militar preso por tráfico de drogas internacional na Espanha, enquanto integrava a comitiva presidencial.

Trata-se de Manoel Silva Rodrigues, segundo-sargento da Aeronáutica, ele transportava 39 kg de cocaína num avião da FAB.

Segundo a revista Veja, Silva Rodrigues não tinha cargo na Presidência e integrava o apoio à equipe presidencial de Jair Bolsonaro, que está em viagem para o Japão.

Ele poderia ser requisitado em caso de emergência.

O modelo do avião Embraer 190 que faz parte do Grupo Especial de Transporte Especial da FAB Foto: Johnson Barros / Força Aérea Brasileira

O salário dele bruto é de R$ 7.298,10 e está lotado no Comando da Aeronáutica. Em março, ele também fez uma viagem como comissário do escalão avançado da presidência da República. No dia 29 de março, ele saiu com a equipe de Brasília rumo a São Paulo e fez ainda fez uma escala em Vitória, no Espírito Santo, antes de retornar a Brasília.

O sargento também viajou com Bolsonaro em fevereiro quando o presidente esteve na capital paulista para exames. A viagem ocorreu em 27 de fevereiro.

Com informações do Globo e Veja