Homens são presos com quase R$ 200 mil em compartimento secreto de carro, em Vilhena

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Dinheiro foi encontrado por agentes da PRF durante abordagem. Suspeitos serão investigados por lavagem de capitais

Dois homens foram presos na terça-feira (28) com quase R$ 200 mil na BR-364, em Vilhena (RO). A prisão da dupla ocorreu durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O dinheiro estava escondido em um compartimento secreto do veículo e a dupla deve responder por lavagens de capitais.

Conforme a PRF, os policiais faziam a fiscalização de itens de segurança do veículo, como estepe e triângulo, quando notaram que o banco de trás do carro havia sido modificado e havia um compartimento oculto. No espaço foram localizados cerca de R$ 198.944,00 em espécie.

Um dos suspeitos disse que trabalhava com manejo ilegal de madeira e que levava o dinheiro escondido por medo de assaltos, no trajeto entre Mato Grosso e Rondônia.

Por não terem comprovação da origem do dinheiro, a dupla foi levada à delegacia de Polícia Civil. Os dois serão investigados por lavagem de capitais. Via G1

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Caminhoneiro é executado com 3 tiros em posto de combustível de Vilhena, RO

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Após motorista cair no chão, suspeito se aproximou e atirou mais uma vez na nuca da vítima

Um caminhoneiro de 44 anos, identificado como Emerson Mattes, foi morto com três tiros no pátio de um posto de combustível do Parque Industrial em Vilhena (RO), no Cone Sul. O crime foi na tarde de segunda-feira (27) e nenhum suspeito foi preso pelo homicídio.

Testemunhas contaram à Polícia Militar (PM) que o caminhoneiro estava no posto, quando um carro preto se aproximou da vítima. Usando uma camiseta enrolada na cabeça, o passageiro desceu do veículo e efetuou diversos disparos contra Emerson.

Quando a vítima já estava caída ao solo, após ser baleada, o suspeito se aproximou e atirou mais uma vez em Emerson. A polícia diz que o motorista foi atingido por três tiros, sendo um deles na nuca.

Emerson morreu na hora e, após o crime, o suspeito retornou ao carro e fugiu com o comparsa. O corpo de Emerson foi liberado à funerária depois da perícia e a PM fez buscas atrás do veículo usado pelos suspeitos, mas ninguém foi localizado.

O homicídio é investigado pela Polícia Civil.

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Homem incendeia a própria casa ao tentar atear fogo em enxame de marimbondos em Vilhena

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Houve apenas prejuízo material e ninguém ficou ferido, segundo polícia

Um homem de 54 anos acabou incendiando parte da casa onde mora, em Vilhena (RO), região do Cone Sul, após tentar colocar fogo em um enxame de marimbondos no telhado da residência. O caso aconteceu na última quinta-feira (23). Ninguém ficou ferido.

Conforme o boletim de ocorrência, o homem colocou fogo nos marimbondos que estavam em um cômodo aos fundos da casa. Porém, ele acabou saindo na área por alguns minuto, o que foi suficiente para as chamas se espalharem pelo local.

Ainda de acordo com o registro policial, o homem ainda tentou apagar o fogo, mas não conseguiu e acionou o Corpo de Bombeiros. A área da residência que foi destruída pelo fogo era usada como depósito e todo o material, além de objetos, foi consumido pelas chamas.

Segundo a polícia, houve apenas prejuízo material e ninguém ficou ferido. O Corpo de Bombeiros orienta à população para evitar movimentos bruscos e excessivos ao perceber a presença de enxames. A intervenção humana, como atear fogo, usar inseticida ou derrubar colmeias, além de perigoso, atrapalha a captura. Via G1

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Filha de ex-vice prefeito de Vilhena morre atropelada após socorrer vítima de acidente na BR-364

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Segundo informações, Laysa Pereira Tavares Cerutti teria desmaiado sobre a rodovia

Uma fatalidade tirou, na tarde deste sábado, 18, a vida da filha do ex-vice prefeito de Vilhena, Darci Cerutti. Laysa Pereira Tavares Cerutti, de 29 anos, foi atropelada por uma carreta na BR-364, nas proximidades do rio Piracolino, informa o Folha do Sul Online.

De acordo com o apurado, no final da tarde, um motociclista que seguia pela rodovia com sentido a Porto Velho e, ao manobrar para acessar uma estrada vicinal, acabou colidindo com uma picape que vinha em sentido contrário. O piloto da moto, ainda não identificado, foi arremessado a alguns metros.

Laysa, que teria ido visitar uma amiga na região, parou para socorrer as vítimas. Ela acompanhou o resgate realizado pelo Corpo de Bombeiros que levaram o motociclista para o  Hospital Regional.

Laysa permaneceu ao lado do motorista da picape, quando acabou passando mal e desmaiando. A jovem caiu sobre a pista e acabou atropelada por uma carreta e morreu no local.

Darci Cerutti, pai de Laysa, publicou em uma rede social, horas depois da morte da filha:

+Destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

PF deflagra “Dreno”, para investigar desvios na prefeitura de Vilhena

Político – ::Painel Político:: - https://politico.painelpolitico.com

Estão sendo cumpridos mandados em Vilhena/RO, Nova Brasilândia d’Oeste/RO, Machadinho d’Oeste/RO, Rolim de Moura/RO, Porto Velho/RO e Brasília/DF

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (18/12), a denominada OPERAÇÃO DRENO, tendo como objetivo coibir crimes de corrupção no estado de Rondônia praticados por suposta organização criminosa sediada na cidade de Vilhena/RO, a qual atuava principalmente na fraude a licitações da prefeitura municipal na gestão anterior. 

Cerca de 60 policiais federais estão cumprindo 14 mandados de busca e apreensão nas cidades de Vilhena/RO, Nova Brasilândia d’Oeste/RO, Machadinho d’Oeste/RO, Rolim de Moura/RO, Porto Velho/RO e Brasília/DF. 

Também foi determinado o sequestro de bens e valores dos investigados, no montante de aproximadamente R$ 4,2 milhões. As medidas cautelares cumpridas na data de hoje foram expedidas pela Justiça Eleitoral de Vilhena/RO.

Segundo as investigações, iniciadas em 2015, a organização criminosa possuía estrutura e articulação suficiente dentro de entes públicos para fraudar licitações e auferir vantagens indevidas, especificamente na contratação de empresa especializada para a execução de sistema de macrodrenagem-galerias de águas pluviais e canais de drenagem urbana na cidade de Vilhena/RO, com recursos procedentes do Ministério das Cidades e repassados ao município.

As fraudes em procedimentos licitatórios envolveram empresas da região que tinham por finalidade sagrarem-se vencedoras nos certames envolvendo obras públicas executadas pela Prefeitura Municipal de Vilhena/RO, através de acordo prévio de preços e de propostas. Além do prévio favorecimento, as empresas vinculadas à organização criminosa, também obtinham vantagens indevidas em aditivos de obras já licitadas.

Os indiciados responderão, na medida de sua participação, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, crimes licitatórios, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Continue lendo…

Menina de 3 anos e bebê de 10 dias são achadas vivendo em boca de fumo, em RO

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caso aconteceu no Bairro Jardim Primavera em Vilhena. Um cachorro morto, já em decomposição, foi achado no quintal do imóvel

Uma menina de 3 anos e a irmã dela, uma bebê de 10 dias de nascida, foram resgatadas de uma boca de fumo em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. O resgate aconteceu após a Polícia Militar (PM) receber uma denúncia anônima, na quinta-feira (12), sobre o comércio de entorpecentes em uma residência da Rua Sucupira, no Jardim Primavera.

Ao irem no local checar a denúncia sobre venda de drogas, os policiais avistaram uma movimentação de pessoas no imóvel. A PM revistou um suspeito do lado de fora da casa e no bolso da roupa dele foram encontrados porções de drogas.

Já no interior do imóvel estava o pai, de 25 anos, a mãe e as duas crianças. Segundo a PM, as meninas estavam vivendo em condições ‘sub humanas’ e que no quintal da casa, por exemplo, havia um cachorro morto já em decomposição.

Vários objetos e aparelhos eletrônicos foram apreendidos no imóvel por não terem origem de comprovação. O pai da menina e da bebê recebeu voz de prisão e foi levado à Unisp, enquanto a mãe foi apenas conduzida.

Continue lendo…

Acusado de matar caminhoneiro a pedrada durante greve é condenado a 17 anos de prisão em Vilhena

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Defesa de Willians Maciel Dias informou que vai recorrer da decisão. Caso aconteceu durante a greve dos caminhoneiros em maio de 2018

Willians Maciel Dias foi condenado pela Justiça de Vilhena (RO), no Cone Sul, a 17 anos de prisão em regime inicial fechado pelo homicídio do caminhoneiro José Batistela. O julgamento foi realizado nesta quinta-feira (5) no Fórum Leal Fagundes.

A sessão foi comandada pela juíza Liliane Pegoraro Bilharva e teve a participação de cinco homens e duas mulheres no corpo do júri.

O julgamento teve início por volta das 9h desta quinta. As quatro testemunhas que estavam previstas para serem apresentadas pela defesa foram dispensadas.

Em depoimento, Willians assumiu que jogou a pedra que matou José Batistela, quando passava de carro pelo local com a esposa e a filha, mas disse que não tinha intenção de matar o homem.

A promotoria apresentou o caso como homicídio doloso, alegando que o réu havia assumido o risco de matar quando arremessou a pedra contra o caminhão da vítima. No entanto, a defesa sustentou a tese de que o homicídio foi culposo, pois o réu não tinha a intenção de matar o caminhoneiro.

Após cerca de sete horas de julgamento, o júri decidiu pela condenação de Willians Maciel por homicídio doloso, com meio que impediu a defesa da vítima. A pena ficou fixada em 17 anos, mas Willians vai poder recorrer da sentença em liberdade.

O advogado de defesa, José Francisco Cândido, informou que vai decorrer da decisão. “O próximo passo é recurso. A defesa jamais vai se conformar com uma decisão totalmente fora do contexto. A defesa respeita a vontade da maioria dos jurados, mas é um direito do acusado de recorrer e nós vamos recorrer com certeza”, disse o advogado.

Batistela foi morto durante a greve de 2018

O caminhoneiro José Batistela, de 70 anos, foi morto no dia 30 de maio de 2018, próximo a um ponto de manifestação na BR-364. O caminhoneiro carregava madeira e, quando decidiu seguir viagem, foi atingido na cabeça por uma pedra.

Segundo a Polícia Civil, a pedra foi arremessada de baixo para cima por Willians. Ele se entregou no dia 7 de junho e confessou o ataque, mas disse não ter intenção de matar o caminhoneiro. Conforme as investigações, Willians também é caminhoneiro e estava insatisfeito com o fim da greve da categoria. Com G1

Continue lendo…

Novo laudo atesta que acusada de matar ex durante o sexo em Vilhena é sociopata

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Vânia Basílio está presa em Vilhena (RO) e defesa busca autorização para que a acusada entre no regime semiaberto. Jovem confessou crime após matar o ex: ‘queria matar alguém”

Um novo laudo de sanidade mental atestou que Vânia Basílio Rocha é sociopata – pessoa com transtorno de personalidade antissocial – e não pode cumprir o restante da pena no regime semiaberto, em Vilhena (RO). Vânia está presa por ter matado o ex-namorado a facadas durante o ato sexual.

A conclusão do novo laudo, divulgado nesta quinta-feira (28), foi feita por uma junta médica designada pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO). Vânia fez o exame psiquiátrico no Hospital de Base, em Porto Velho, no dia 30 de outubro.

Diante da conclusão deste novo laudo, Vânia não poderá ser beneficiada com a progressão de regime e continuará presa no presídio feminino de Vilhena.

‘Queria matar alguém’

Na época em que matou ex a facadas, a acusada confessou ter matado Marcos Catanio Porto e disse: “queria matar alguém”. Antes do assassinato, a jovem chegou a escrever um post no Facebook afirmando não ter sido uma má namorada. A perícia no corpo de Marcos revelou que ele foi assassinado com 11 facadas.

Um laudo feito meses depois da prisão apontou que Vânia é sociopata. No júri em que foi condenada, em setembro de 2016, a acusada fez cara de fúria ao ouvir a sentença. Em setembro de 2017, a jovem foi agredida por uma detenta e chegou a sair para registrar boletim de ocorrência.

LEIA TAMBÉM


Jaguatiricas, raposas e cobras são devolvidos à natureza, em Rondônia

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

No total, 14 animais silvestres foram devolvidos aos seus habitats, em Vilhena

No mês de outubro a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), atuou em diversos casos para resgate, cuidado e devolução de animais silvestres encontrados no perímetro urbano. Ao todo as 14 devoluções ocorreram em parcerias com o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), entre outros.

Marcela Almeida, secretária municipal de Meio Ambiente, lembra que a secretaria atua na preservação da fauna local, uma região de transição entre a Floresta Amazônica e o Cerrado, que apresenta espécies de ambos os biomas. “É a primeira vez que esse trabalho é realizado de forma sistemática pela Prefeitura em Vilhena, com o grande apoio dos outros órgãos da cidade. A Semma busca desempenhar seu verdadeiro papel e para isso usamos as habilidades de todos nossos servidores disponíveis, com especialidades em biologia, veterinária, meio ambiente, agronomia e outros”, conta.

Apesar de ser realizado rotineiramente pela secretaria desde julho do ano passado, so resgates, atendimentos de primeiros-socorros, treinamentos e cuidados prolongados tiveram intensificação em outubro, com a soltura de 12 animais e tratamento de outros dois. Dentre os animais devolvidos ao meio ambiente estão répteis, aves e mamíferos como cobras, macaco, jaguatirica, tatu, arara dentre outros.

No início deste mês de novembro, a Semma foi solicitada para a devolução de uma Raposinha do Campo, que havia sido capturada pelos bombeiros. O animal foi liberto em região afastada da cidade, próxima à Lagoa Azul. No último fim de semana um periquitão-maracanã também foi recolhido na avenida Major Amarante, no Centro.

Comum na cidade, o aparecimento de animais peçonhentos mobilizou os servidores Thiago Baldine e Luiz Gustavo na captura de uma cobra-cipó (Drymoluber brazili), encontrada em um ponto comercial no Centro. O réptil havia entrado em um veículo e assustou comerciantes. O animal é originário de áreas do Cerrado e é considerada uma serpente extremamente rara, medindo cerca de 1,3 metro.

Carlos Jiachetto, proprietário do veículo em que a cobra se alojou, agradeceu o apoio da Prefeitura. “Olha, eu estava estacionado, quando me avisaram que a cobra estava no meu carro. Não tinha pra onde correr. Entrei em contato com eles e fiquei feliz em saber que conseguiram retirar o animal sem nenhum ferido e, ao mesmo tempo, preservando a vida da cobra”, concluiu.

Thiago Baldine, assessor da Semma, ressalta a parceria dos órgãos para a soltura dos animais. “Há uma grande cooperação entre os órgãos na captura. Ficamos encarregados da devolução dos animais ao meio ambiente. Procuramos deixá-los bem distantes do perímetro urbano, para que não retornem e, de fato, consigam se readaptar ao ambiente selvagem”, conclui.

Atualmente a Semma cuida também de uma jaguatirica, encontrada pelo Corpo de Bombeiros, e de corujas-de-igreja, que recebem treinamento de caça, vôo e alimentação para serem devolvidas à Natureza com maiores chances de sobrevivência após terem sido resgatadas em uma caixa d’água na zona rural. Via prefeitura de Vilhena

LEIA TAMBÉM

Homem que matou caminhoneiro à pedradas durante greve em 2018 vai à júri em Rondônia

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Julgamento será em Vilhena no dia 5 de dezembro. Acusado responde em liberdade desde fevereiro

A Justiça de Vilhena (RO) marcou, para 5 de dezembro, o júri popular de Willians Maciel Dias. Ele é o principal acusado de ter matado um motorista de 70 anos com uma pedrada, durante a greve dos caminhoneiros em maio de 2018.

Atualmente Willians responde pelo crime em liberdade. Na decisão para marcar o júri, a juíza Liliane Pegoraro destaca que a investigação da Polícia Civil concluiu que o acusado teria assumido o risco de matar José Batistela, pois arremessou uma pedra de 2 quilos no para-brisa do caminhão dirigido pela vítima. O ataque foi no km 9 da BR-364, em Vilhena.

Willians Maciel vai a júri por matar com pedrada o caminhoneiro José Batistela — Foto: Arquivo pessoal

Segundo o judiciário, Willian será julgado por homicídio qualificado, pois o recurso usado no crime impossibilitou a defesa de José Batistela. O júri popular está marcado para 5 de dezembro, a partir de 9h.

Procurada pela Rede Amazônica, o advogado José Francisco negou que seu cliente tenha praticado homicídio doloso. Segundo ele, Willians não tinha a intenção de matar o caminhoneiro quando arremessou a pedra.

Willians em liberdade

Em fevereiro deste ano, Willians conseguiu uma autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para responder a acusação de homicídio em liberdade.

José Batistela estava em caminhão quando foi atingido por pedra — Foto: Arquivo pessoal
José Batistela estava em caminhão quando foi atingido por pedra — Foto: Arquivo pessoal

A decisão de soltar Willians partiu do ministro Jorge Mussi, do STJ. Na época, o relatou destacou na decisão que não há empecilhos para que o acusado responda o processo fora do presídio, mas determinou que o réu usasse tornozeleira eletrônica como forma de medida cautelar.

Homicídio na greve dos caminhoneiros

O caminhoneiro José Batistela, de 70 anos, foi morto no dia 30 de maio, próximo a um ponto de manifestação na BR-364, com uma pedrada na cabeça. O caminhoneiro carregava madeira e, quando decidiu seguir viagem, foi atingido na cabeça por uma pedra.

Segundo a Polícia Civil, a pedra foi arremessada de baixo para cima por Willians. Ele se entregou no dia 7 de junho e confessou o ataque, mas disse não ter intenção de matar o caminhoneiro.

Foto mostra buraco em vidro atingido por pedra jogada por Willians — Foto: PRF/Divulgação
Foto mostra buraco em vidro atingido por pedra jogada por Willians — Foto: PRF/Divulgação

Conforme as investigações, Willians também é caminhoneiro e estava insatisfeito com o fim da greve da categoria. Após a prisão, a defesa fez vários pedidos de liberdade à Justiça, mas todos foram negados.

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) afirma que o réu precisa responder por homicídio doloso, pois a vítima foi surpreendida com a pedra. No ano passado, a defesa de Willians pediu a desclassificação do crime de homicídio doloso para homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – e ainda requereu a exclusão da qualificadora. Via G1/RO

LEIA TAMBÉM