Menina de 13 anos foi morta por namorado de 15 por estar grávida, em MT

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Anna Luiza Nunes do Carmo foi assassinada em Sorriso. Adolescente disse que cometeu o crime porque ela estava grávida e ele tinha outra namorada

O adolescente de 15 anos, apreendido suspeito de matar Anna Luiza Nunes do Carmo de 13 anos, em Sorriso, na região norte do estado, disse ao delegado da Polícia Civil Nilson Farias, que investiga o crime, ter matado a vítima com o golpe de mata-leão e depois arremessado um tijolo nela e vários golpes com um pedaço de madeira.

Ele afirmou que cometeu o crime porque ela estava grávida e temia as consequências, já que ele tinha outra namorada.

Depois do crime, o suspeito atirou fogo na roupa nas roupas dele na tentativa de apagar os vestígios do crime. A informação também foi dada por ele a polícia. Um exame ainda deve apontar se a adolescente estava grávida, conforme ele informou.

O adolescente encontra-se na delegacia de Sorriso e o delegado afirmou que vai pedir a internação dele.

Ele foi apreendido nessa quinta-feira (2) depois que o corpo dela foi localizado. A menina estava desaparecida desde terça-feira (31) e foi encontrada morta na madrugada desta quinta-feira em um terreno baldio no bairro Jardim Itália, na cidade.

Anna Luiza Nunes do Carmo, de 13 anos, foi encontrada morta com sinais de espancamento em Sorriso — Foto: Arquivo pessoal

De acordo com a polícia, no dia do desaparecimento a garota utilizou o celular da sua irmã para falar com um rapaz, arrumou a cama com travesseiros para que pensassem que ela estava dormindo e saiu de casa.

Assim que o corpo foi localizado, a Polícia Civil iniciou as investigações que apontaram o adolescente como principal suspeito do crime. Durante o depoimento de testemunhas, a polícia descobriu que havia um relacionamento entre o suspeito e a vítima.

De acordo com testemunhas, antes ele estava bem fisicamente e sem lesões aparentes, porém, no dia seguinte do crime amanheceu com o tornozelo torcido, com fratura evidente e as mãos machucadas, possivelmente devido aos esforços empregados para desferir as agressões contra a vítima.

O caso

A mãe da garota registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil na quarta-feira (1º). Ela contou à polícia que Anna Luiza foi para o quarto e dormiu. Na manhã do outro dia ela não foi encontrada na cama e havia desaparecido.

Câmeras de segurança registraram o momento em que a menina anda a pé pelas ruas. Aparentemente ela estava sozinha.

O corpo dela foi encontrado dois dias depois em um terreno no cruzamento da Avenida Los Angeles esquina com Avenida Curitiba, atrás de um ginásio.

Fotos da jovem foram divulgadas em grupos de rede social com o telefone da família que pedia informações.

A Perícia Oficial Técnica (Politec) esteve no local e informou que o corpo já estava no nesse terreno há mais de um dia e tinha sinais de espancamento.

Anna Luiza não estava com documentos, mas o corpo dela foi reconhecido pela mãe. Inicialmente os peritos não identificaram sinais de violência sexual.

A perícia deve fazer os exames necessários para comprovar a causa da morte da jovem. Com G1

Homens invadem UTI de hospital e matam a tiros paciente internado em Balneário Camboriú

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira. Vítima de 30 anos estava internada desde o dia 22 de fevereiro, quando sofreu tentativa de homicídio

Um homem que estava internado no Hospital Municipal Ruth Cardoso em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, foi morto a tiros na madrugada desta segunda-feira (2) após homens armados invadirem a unidade. Ninguém foi preso. A vítima é Anderson dos Santos Coelho, 30 anos, que estava internado desde o sábado de Carnaval, há nove dias, após ter levado 13 tiros em um atentado no Bairro das Nações.

A vítima, de 30 anos, estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta da 1h, quando dois suspeitos encapuzados entraram no hospital e atiraram duas vezes contra o paciente. Os tiros atingiram a região do tórax e do abdômen.

Anderson dos Santos Coelho foi morto na UTI

O homem estava internado desde o dia 22 de fevereiro, após sofrer uma tentativa de homicídio. Na ocasião, ele foi atingido por um tiro enquanto caminhava na Avenida do Estado, no bairro Nações, conforme informado pela PM. O suspeito não foi localizado.

De acordo com o tenente-coronel Alexandre Coelho, funcionárias do hospital relataram à polícia que ouviram um disparo enquanto trabalhavam. Um homem com um capuz teria mandado elas virarem de costas e, em seguida, elas teriam ouvido outro tiro.

Outra servidora que estava de plantão no momento do crime afirmou à PM que dois homens encapuzados entraram armados na UTI. Um deles teria se aproximado da maca onde o paciente estava e atirado duas vezes contra ele. Em seguida, os dois teriam fugido do local.

Quatro atentados em 16 dias

Com o caso desta segunda-feira, Balneário Camboriú registra o quarto atentado a tiros em pouco mais de duas semanas. O primeiro ocorreu no dia 15 de fevereiro, quando o dono de uma lavação, e dois funcionários, foram executados a tiros na Barra Sul.

O segundo caso foi o que também teve como vítima o paciente assassinado nesta segunda-feira. Quatro homens, em um carro cinza, dispararam diversas vezes contra Anderson dos Santos Coelho na esquina da Rua Nicarágua com a Avenida do Estado, no dia 22 de fevereiro. A vítima foi atingida por 13 tiros.

No dia seguinte, 23 de fevereiro, Douglas Gonçalves Romano dos Santos, 23 anos, foi morto ao desembarcar de um carro de aplicativo no Bairro Pioneiros. Ele havia sido delator de uma facção criminosa no Rio Grande do Sul. Com G1 e NSC

VOTE NA ENQUETE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Em Foz do Iguaçu, homem leva tiro por ter ‘curtido’ postagens de mulher casada

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Tanto o suspeito de atirar como a vítima estavam em condições estáveis

Um homem de 20 anos foi baleado na tarde de quarta-feira (26) em Foz do Iguaçu.

O autor do disparo foi um outro homem que vinha em uma moto com uma outra pessoa.

O motivo alegado para o atentado foi que o primeiro teria “curtido” postagens da mulher do suspeito de efetuar o disparo.

Logo após atirar contra o rapaz, o homem e o piloto da moto fugiram mas foram perseguidos por um guarda municipal que presenciou o crime. O guarda atirou contra a dupla, que caiu da moto.

O tiro atingiu o homem suspeito de ter feito o primeiro disparo e o outro fugiu. Ele foi encaminhado para um hospital da cidade sob custódia.

Tanto o suspeito de atirar como a vítima estavam em condições estáveis. Via Bem Paraná

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Juíza condena casal que agrediu homem para destruir celular com ‘nudes’ da mãe

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

As informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina

A juíza Letícia Bodanese Rodegheri, da Vara Única de Ipumirim, em Santa Catarina, condenou um casal que agrediu um homem para destruir celular onde estavam “nudes” da mãe da moça, evitando assim a divulgação das fotos íntimas.

Segundo a denúncia, no dia 10 de janeiro, o casal abordou o homem no centro de Lindoia do Sul, município a cerca de 480 quilômetros de Florianópolis.

Para obter o aparelho com as fotos íntimas, o réu imobilizou a vítima com uma “gravata” e lhe deu socos, causando lesões na mandíbula e olho direito e no lado esquerdo das costas.

As informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

O réu, que aguardou julgamento preso, foi condenado a dois anos, três meses e 15 dias de reclusão em regime aberto, por porte ilegal de arma de fogo e lesões corporais.

Ele terá de se recolher em casa às 20 horas todos os dias e se apresentar mensalmente ao juízo para informar suas atividades, estando proibido de deixar Concórdia, município onde reside, por mais de oito dias ou mudar de endereço sem aviso prévio.

Após o julgamento ele foi colocado imediatamente em liberdade.

Já a mulher obteve o benefício da suspensão condicional do processo e se comprometeu a pagar dois salários mínimos – um destinado à vítima para a reparação do dano.

Ela também está proibida de se ausentar da comarca onde reside por mais de 30 dias, com a obrigação de informar eventual mudança de endereço e comparecer em juízo a cada dois meses. Via BandaB (Paraná)

VOTE NA ENQUETE

++destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Sobrinha de Moro sofre sequestro relâmpago no Paraná; ministro não comentará o caso

Político - https://politico.painelpolitico.com

Segundo a polícia, a sobrinha de Moro estava com o namorado no carro dele, estacionado, quando um homem e uma mulher fizeram a abordagem

A sobrinha do ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, foi vítima de um sequestro relâmpago em Maringá, na região norte do Paraná, na noite desta segunda-feira (17). Ela estava com o namorado, que foi agredido com chutes na cabeça e teve de ser encaminhado ao hospital. Já ela teve seus pertences roubados, inclusive o celular, após ser feita de refém pelos assaltantes no início da fuga, conforme as informações repassadas pela PMPR (Polícia Militar do Paraná).

Procurado pela reportagem, Moro disse que não vai comentar o caso. Vale lembrar que o ex-juiz federal nasceu na cidade e é formado em Direito na UEM (Universidade Estadual de Maringá).

Segundo a polícia, a sobrinha de Moro estava com o namorado no carro dele, estacionado, quando um homem e uma mulher fizeram a abordagem. O rapaz foi jogado na rua e recebeu pontapés antes de ser deixado para trás pelos suspeitos. Ele foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que cuidou das agressões na cabeça e no tórax. Depois, ele acabou indo para o Hospital Santa Rita.

Já a sobrinha de Moro foi mantida como refém pela dupla de assaltantes no banco de trás. Ela tentou se jogar do carro em movimento, mas não conseguiu e seguiu à mercê da dupla. Contudo, o assaltante entrou em uma estrada de terra e bateu o carro em um barranco. Os assaltantes pegaram o celular e outros pertences dela, mas optaram por não a levarem junto ao fugirem a pé.

Os suspeitos não foram localizados até a tarde desta terça-feira (18), sendo que a investigação vai sendo feita pela Polícia Civil. Entretanto, o celular e os documentos pessoais do rapaz foram encontrados perto do local onde o carro foi abandonado. Via ParanaPortal

||+destaques

Turista lituano foi assassinado por homem que limpava o quintal; esposa foi estuprada

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Delegado classificou ação do suspeito como “pura maldade humana” e afirmou que homem estuprou esposa da vítima na frente dele antes de matá-lo

O homem suspeito de ter matado um turista lituano após ter estuprado a esposa dele na Praia do Sono, em Paraty, pode ter feito outras duas vítimas. De acordo com o delegado titular da 167ª DP (Paraty), Marcelo Russo, Edson Santos é acusado por outras duas mulheres de tê-las estuprado também na cidade da Costa Verde do Rio. Ele agora está sendo investigado por esses dois crimes.

Nessa quinta-feira (6), Edson foi autuado por homicídio, tentativa de feminicídio e estupro. Ele é suspeito de ter matado o lituano Adam Zindul, de 37 anos, após ter estuprado a esposa dele, uma paulistana de 35 anos, na madrugada de quinta-feira. O homem foi reconhecido pela mulher do turista, mas negou ter cometido o crime. O delegado Marcelo Russo acredita que o objetivo principal de Edson era estuprar a paulistana. O suspeito chegou a roubar alguns objetos da casa.

“Foi um crime bárbaro, de cunho sexual, pois ele pratica o estupro e, em seguida, o homicídio. Esse suspeito não tem nenhuma relação de parentesco, nenhuma proximidade com as vítimas. Foi apenas maldade humana”, afirmou o delegado.

De acordo com as investigações, a mulher de Zindul havia acabado de sair do banho e estendia a toalha em um varal quando foi rendida por Edson, armado com uma faca. O bandido encostou a arma no pescoço dela e a obrigou a entrar na casa. Em seguida, mandou que ela amarrasse o próprio marido para estuprá-la. Adam só foi morto após a violência sexual. Após a fuga do bandido, moradores chamaram policiais do 33º BPM (Angra dos Reis), que encontraram o corpo do lituano, com pés e mãos amarrados, numa cadeira. Na cabeça havia um saco plástico.

Edson é morador de Paraty e já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas. Ele foi reconhecido pela mulher do lituano, que foi hospitalizada. À polícia, ela relatou que já vinha sendo assediada por ele há cerca de dois dias. O homem fazia serviço de capinagem na casa, que foi alugada pelo casal.

O turista lituano e a mulher chegaram ao Brasil no último dia 28. Eles estavam em Paraty há quatro dias. A casa alugada de uma brasileira que mora no Canadá fica na Praia do Sono, a 27km do Centro do Paraty. Só é possível ter acesso ao local por uma trilha ou de barco.

Desculpas e pêsames

No perfil de Adam no Facebook, brasileiros postaram pedidos de desculpas e pêsames à família na última postagem feita pelo lituano, em 22 de novembro do ano passado, data em que comemorou seu aniversário. Veja:

Dėkoju visiems už sveikinimus!Dziękuję serdecznie za pozdrowienia urodzinowe!Thanks for greatings to everyone!Obrigado pelos cumprimentos!Спасибо за поздравления!Grazie per i saluti! 🙂

Posted by Adam Žindul on Thursday, November 21, 2019

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Turista lituano foi assassinado por homem que limpava o quintal; esposa foi estuprada

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Delegado classificou ação do suspeito como “pura maldade humana” e afirmou que homem estuprou esposa da vítima na frente dele antes de matá-lo

O homem suspeito de ter matado um turista lituano após ter estuprado a esposa dele na Praia do Sono, em Paraty, pode ter feito outras duas vítimas. De acordo com o delegado titular da 167ª DP (Paraty), Marcelo Russo, Edson Santos é acusado por outras duas mulheres de tê-las estuprado também na cidade da Costa Verde do Rio. Ele agora está sendo investigado por esses dois crimes.

Nessa quinta-feira (6), Edson foi autuado por homicídio, tentativa de feminicídio e estupro. Ele é suspeito de ter matado o lituano Adam Zindul, de 37 anos, após ter estuprado a esposa dele, uma paulistana de 35 anos, na madrugada de quinta-feira. O homem foi reconhecido pela mulher do turista, mas negou ter cometido o crime. O delegado Marcelo Russo acredita que o objetivo principal de Edson era estuprar a paulistana. O suspeito chegou a roubar alguns objetos da casa.

“Foi um crime bárbaro, de cunho sexual, pois ele pratica o estupro e, em seguida, o homicídio. Esse suspeito não tem nenhuma relação de parentesco, nenhuma proximidade com as vítimas. Foi apenas maldade humana”, afirmou o delegado.

De acordo com as investigações, a mulher de Zindul havia acabado de sair do banho e estendia a toalha em um varal quando foi rendida por Edson, armado com uma faca. O bandido encostou a arma no pescoço dela e a obrigou a entrar na casa. Em seguida, mandou que ela amarrasse o próprio marido para estuprá-la. Adam só foi morto após a violência sexual. Após a fuga do bandido, moradores chamaram policiais do 33º BPM (Angra dos Reis), que encontraram o corpo do lituano, com pés e mãos amarrados, numa cadeira. Na cabeça havia um saco plástico.

Edson é morador de Paraty e já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas. Ele foi reconhecido pela mulher do lituano, que foi hospitalizada. À polícia, ela relatou que já vinha sendo assediada por ele há cerca de dois dias. O homem fazia serviço de capinagem na casa, que foi alugada pelo casal.

O turista lituano e a mulher chegaram ao Brasil no último dia 28. Eles estavam em Paraty há quatro dias. A casa alugada de uma brasileira que mora no Canadá fica na Praia do Sono, a 27km do Centro do Paraty. Só é possível ter acesso ao local por uma trilha ou de barco.

Desculpas e pêsames

No perfil de Adam no Facebook, brasileiros postaram pedidos de desculpas e pêsames à família na última postagem feita pelo lituano, em 22 de novembro do ano passado, data em que comemorou seu aniversário. Veja:

Dėkoju visiems už sveikinimus!Dziękuję serdecznie za pozdrowienia urodzinowe!Thanks for greatings to everyone!Obrigado pelos cumprimentos!Спасибо за поздравления!Grazie per i saluti! 🙂

Posted by Adam Žindul on Thursday, November 21, 2019

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Menina de 14 anos é encontrada morta em igarapé de Manaus após desaparecer com amiga

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Vítima e amiga desapareceram na madrugada desta quinta-feira (6), na Zona Sul de Manaus; amiga ainda está desaparecida

O corpo de uma adolescente de 14 anos, Sigrid Libório Santana, foi encontrado na tarde desta quinta-feira (6) em um igarapé do bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus. Ela estava desaparecida desde a madrugada, depois de contar a uma amiga, Thaissa Carolina, que também desapareceu, que estava sofrendo ameaças de uma facção.

De acordo com o delegado Luís Rocha, a vítima foi atingida por pelo menos sete disparos de arma de fogo. “Segundo a perícia, ela teria sido morta em outro local e jogada no igarapé. Ela teria sido morta por volta das 6h”, afirmou.

A polícia, segundo o tenente, Afonso, da CIP Cães, foi acionada por volta das 12h após uma denúncia anônima de que haviam dois corpos femininos na área de mata do bairro Educandos. Com auxílio da cadela Fiona, a equipe da CIP Cães localizou um dos corpos.

A vítima foi encontrada seminua, parcialmente submersa. O outro corpo relatado na denúncia não foi encontrado. O tenente Afonso afirmou que as buscas vão continuar. Com G1 e Manaus Alerta

||Vote na enquete

|||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Turista lituano é assassinado e esposa é estuprada durante assalto no RJ

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Adam Zindul, de 37 anos, foi morto durante um assalto dentro da residência que ele alugava na Praia do Sono, em Paraty (RJ). Suspeito é detido e levado para a delegacia

Um lituano foi amordaçado, agredido e morto, na noite de quarta-feira (5), durante um assalto na casa que ele alugava na Praia do Sono, em Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Os bandidos também estupraram a esposa dele. As informações são da Polícia Militar.

O turista assassinado é Adam Zindul, de 37 anos. Ele já estava morto quando os policiais chegaram na residência.

A esposa dele é brasileira e tem 35 anos. Ela foi encaminhada ao Hospital Municipal de Paraty para receber atendimento médico.

Ainda de acordo com a PM, um suspeito, identificado como Edson Santos, de 37 anos, foi detido e levado para a delegacia de Paraty para prestar esclarecimentos. Via G1.

||Vote na enquete

|||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher é empurrada pela cunhada do 3º andar de prédio no DF durante discussão

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Vítima, de 56 anos, sofreu fratura exposta em uma perna. Caso é investigado pela Polícia Civil como tentativa de homicídio; suspeita foi detida

Uma mulher de 56 anos caiu do 3º andar de um prédio em Taguatinga Sul, no Distrito Federal, por volta das 19h30 desta quinta-feira (30). Ela afirma ter sido empurrada pela cunhada durante uma discussão.

A suspeita, de 43 anos, foi levada para prestar depoimento e, até a manhã desta sexta (31), estava detida na carceragem da Polícia Civil.

O filho da vítima, Tiago Lira, disse que o apartamento é do avô, um senhor de 96 anos. Segundo ele, a mãe foi empurrada pela namorada do irmão durante uma discussão sobre herança.

“O pai dela perguntou sobre o filho e ela respondeu que, depois que ele pegou o dinheiro, não o veria mais por aqui”, disse Tiago à reportagem. “Então, essa moça veio pra cima dela. Parece que deu um empurrão ou um murro, não sei exatamente, e ela caiu de cabeça.”

O caso é investigado pela 21ª DP, em Taguatinga Sul, como tentativa de homicídio.

Altura de 10 metros

Ao cair, a vítima ficou presa entre duas placas instaladas na laje do primeiro andar – onde há um comércio. A queda, segundo o Corpo de Bombeiros, foi de aproximadamente 10 metros. A mulher teve fratura exposta em uma perna e feriu o rosto.

Os militares fizeram os primeiros socorros e a levaram até o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde passou por exames de raio-x e prestou depoimento à polícia. Até a manhã desta sexta (31), a mulher aguardava para fazer uma cirurgia. Via G1

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %