Corpos de pai, mãe e filho são encontrados carbonizados em porta-malas de carro incendiado

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Bombeiros foram acionados na madrugada após receberem informações de veículo em chamas; em SP

A polícia está investigando a morte de uma família que foi encontrada carbonizada no interior de um carro em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, na manhã desta terça-feira (28), na Estrada do Montanhão, próximo ao Rodoanel.

Inicialmente, a polícia havia informado que apenas dois corpos estavam no carro, mas a investigação confirmou que três pessoas da famílias morreram. Mãe, pai e um filho adolescente.

Segundo informações iniciais, na madrugada, moradores da região acionaram os bombeiros ao perceberem que havia um veículo em chamas no local.

Após apagarem o fogo, os bombeiros verificaram que havia pelo menos dois corpos, totalmente carbonizados, no porta-malas do veículo.

A Polícia Militar está no local, preservando a área para que seja feita a perícia. O caso será registrado no 6º Distrito Policial de São Bernardo do Campo. As vítimas ainda não foram identificadas.

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Homem que matou família em Porto Alegre após discussão no trânsito tinha armas e munição em casa

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Mas ele não tem porte de armas e está foragido

Em revista na casa do acusado de matar três pessoas da mesma família a tiros em uma discussão de trânsito em Porto Alegre, a Polícia Civil encontrou uma pistola, um revólver, carregadores e munição, nesta segunda-feira (27). O homem não possui porte de armas.

A Justiça decretou a prisão preventiva, e o homem, de 24 anos, permanece foragido. O crime aconteceu no bairro Lami, Zona Sul da Capital, na tarde de domingo (26).

Morreram na hora o casal Rafael Zanetti Silva, 46 anos, e Fabiana da Silveira Innocente Silva, 44 anos, e o filho deles, Gabriel da Silveira Innocente Silva, 20 anos, chegou a ser encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, mas não resistiu.

Na residência e em um supermercado que pertence à família do suspeito, a polícia encontrou o armamento. A pistola 380 tem registro no nome da mãe do suspeito, mas o revólver, calibre 38, não tem registro. A mãe também estava presente no crime.

O suspeito, que não teve o nome divulgado pela Polícia Civil com base na Lei de Abuso de Autoridade, esteve no Exército, em 2017, mas atualmente não integrava os quadros da corporação.

O crime

O fato ocorreu após Rafael, que estava dirigindo o carro da família, bater em uma caminhonete que estava estacionada. Além do casal e de Gabriel, estava no carro a namorada do jovem e o filho mais novo de Rafael e Fabiana, um menino de 8 anos.

Conforme a namorada de Gabriel, que não quer ser identificada, a família voltava de um aniversário. “A gente tava saindo de um aniversário e o Rafael deu uma encostada no carro, ele se perdeu, era uma estrada de chão”, conta a jovem.

A vítima não parou e o proprietário do veículo foi atrás para tirar satisfações. O suspeito interceptou o carro da família e durante a discussão, o homem sacou a arma.

A briga continuou até que diversos disparos foram feitos atingindo as três pessoas. Após atirar contra a família, o suspeito entrou no veículo e fugiu pela estrada do Varejão. Ele estava acompanhado pela mãe.

Segundo os relatos da namorada de Gabriel, que estava no veículo com a família, a mãe do suspeito ainda tentou acalmá-lo, mas ele a empurrou e atirou contra a família. Via G1

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Após bate-boca em bar, homem atropela 17 pessoas e mata duas, em SP; veja vídeos

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Segundo a polícia, motorista estava no bar com a mulher quando teria discutido com outros homens que estavam no local. O suspeito saiu e voltou com a caminhonete atropelando o grupo

O motorista de uma caminhonete atropelou 17 pessoas que estavam em um bar na área central de Nova Independência, na noite de domingo (26). Duas vítimas morreram.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista suspeito de provocar o acidente é um mecânico de 48 anos. Ainda conforme a polícia, ele estava no bar com a mulher quando teria discutido com outros homens que estavam no local.

Depois da discussão, o mecânico saiu do comércio e voltou minutos depois com uma caminhonete em alta velocidade quando foi com o veículo na direção das pessoas que estavam do lado de fora do bar.

Ao todo 17 pessoas foram atropeladas e precisaram ser socorridas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Santa Casa de Andradina.

Duas dessas vítimas, João Bringel, de 56 anos, e Jhonatan Coelho Rocha, de 26, não resistiram aos ferimentos. Depois do atropelamento, populares tentaram linchar o autor, mas foram contidos pela Polícia Militar.

O motorista também precisou ser socorrido para a Santa Casa de Andradina, onde permanece em observação sob escolta policial.

Ele foi preso em flagrante por homicídio doloso, embriaguez ao volante e posse ilegal de munição, porque na caminhonete dele foram achadas várias munições.

As vítimas do atropelamento também continuam em observação e aos poucos estão sendo liberadas. Ainda não há previsão para o enterro das duas vítimas que morreram. Com G1 e Youtube

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Homem invade hospital e tenta matar ex-esposa e filha a tiros, mas é baleado pela PM em Jaru (RO)

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Suspeito não estava aceitando o fim do casamento e fez família refém no hospital de Jaru (RO). Polícia diz que homem chegou a atirar, mas bala não acertou as vítimas

Um homem de 28 anos foi baleado por policiais militares depois de invadir o Hospital Municipal de Jaru (RO) e tentar matar a ex-esposa e a filha, durante a noite de quarta-feira (15). O suspeito, que não aceita o fim do casamento, chegou a atirar contra as vítimas mantidas reféns na recepção do hospital, mas a bala não acertou a criança e a mulher, de 26 anos.

Segundo a Polícia Militar (PM), em 25 dezembro do ano passado a mulher pediu o divórcio e, na noite de quarta-feira, a vítima pediu para o homem ir ao hospital levar as coisas da filha que tinham ficado na casa dele.

Ao chegar no hospital o homem agiu naturalmente e pediu que a ex-esposa o acompanhasse no estacionamento, pois os objetos da criança estariam dentro do carro. Quando chegou no veículo, de acordo com a polícia, o suspeito mostrou estar com um revólver.

“Ele me mostrou a arma e disse: ‘você vai comigo, se não eu vou matar todos da sua família aqui. Eu implorei pra ir lá dentro do hospital pegar minhas coisas e, de tanto implorar, ele deixou e disse que se eu ligasse pra polícia ele já tinha pagado alguém pra terminar o serviço, se acaso ele falhasse”, relata a vítima no boletim de ocorrência.

Quando entrou novamente no hospital, a ex-mulher do suspeito pediu ajuda e uma testemunha saiu disfarçadamente da unidade para chamar a polícia.

Ao ver a guarnição policial chegando no hospital, o suspeito correu para perto da mulher e da criança. A PM tentou conversar com o suspeito, mas ele rapidamente sacou uma arma da cintura e agarrou mãe e filha. Na ocasião, o ex-marido apontou a arma na altura da cabeça das vítima e chegou a atirar, mas a bala desviou.

Por causa do disparo dentro do hospital, um dos policiais entrou em luta corporal com o suspeito e tentou desarmá-lo. Porém, o suspeito ainda apontou a arma a outro policial e ameaçou atirar, sendo necessário que a PM reagisse.

O boletim diz que a PM fez dois disparos contra o suspeito, vindo a acertá-lo. Depois de cair baleado no chão, o homem continuou segurando a arma e um dos policiais pediu para ele soltar. Após alguns segundos o suspeito atendeu a ordem dos policiais e deixou a arma no chão.

Neste momento os policiais pediram para os funcionários chamarem a equipe médica do hospital, que socorreu o suspeito. O homem de 28 anos segue internado na unidade.

Além da arma que o suspeito usava, os policiais encontraram um facão dentro do veículo estacionado no pátio do hospital.

No hospital, a vítima contou aos policiais que estava na unidade desde sábado (11), cuidando de um padrasto que está internado. A idade da filha do casal não foi informada pela polícia. Via G1

+Destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Brasil perigoso: EUA elevam alerta de segurança para viagens a cidades-satélites do DF, fronteiras e favelas

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Essas regiões em específico possuem alerta de nível 4 – o de “não viaje”. No geral, o Brasil possui alerta de nível 2 – o que inspira ‘maior cuidado’ dos turistas. Governo americano cita ‘combates entre gangues’

O Departamento de Estado dos Estados Unidos classificou em nível 4 – o de “não viaje” – o alerta para turistas que viajam para determinadas áreas do Brasil, como cidades-satélites do Distrito Federal, fronteiras e favelas.

O indicativo de cautela aumentou devido ao aumento do número de crimes no país, justifica o governo americano. Os níveis de classificação vão de 1 a 4.

As favelas brasileiras são citadas especificamente no novo relatório. O governo americano diz que os turistas não devem passear pelas comunidades mesmo com visitas guiadas.

“Nem as empresas de turismo, nem a polícia podem garantir sua segurança ao entrar nessas comunidades. Além disso, tenha cautela nas áreas próximas a essas comunidades, pois ocasionalmente os combates entre gangues e os confrontos com a polícia ultrapassam os limites”, diz o relatório.

O indicativo de “não viaje” também abrange as regiões administrativas de Brasília. O departamento de Estado americano cita nominalmente as cidades satélites de Ceilândia, Santa Maria, São Sebastião e Paranoá. E diz que os turistas não devem frequentá-las entre 6h e 18h, “devido ao crime”.

Parada de ônibus em Ceilândia, no DF. Local já registrou tentativa de feminicídio — Foto: TV Globo/Reprodução
Parada de ônibus em Ceilândia, no DF. Local já registrou tentativa de feminicídio — Foto: TV Globo/Reprodução

O nível 4 também se aplica às fronteiras brasileiras com a Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Guiana, Suriname, Guiana Francesa e Paraguai. São aconselhadas viagens ao Parque Nacional de Foz do Iguaçu e ao Parque Nacional do Pantanal.

Funcionários do governo dos Estados Unidos também só podem visitar esses locais com autorização prévia.

Crimes violentos

Exceto as áreas determinadas de nível 4 – favelas, fronteiras e cidades-satélites de Brasília –, a nota brasileira, no geral, está no nível 2, o de “maior cuidado”.

Segundo o relatório, o Brasil registra “crimes violentos, como assassinato, assalto à mão armada e roubo de carros”, que são comuns nas áreas urbanas, de dia e à noite.

“A atividade de gangues e do crime organizado são generalizadas. E assaltos são comuns. Os funcionários do governo dos EUA são desencorajados a usar ônibus públicos municipais em todas as partes do Brasil devido ao risco elevado de assalto e agressão a qualquer hora do dia e principalmente à noite”, diz o texto.

Conselhos do governo americano aos turistas no Brasil:

  • Fique de olho ao seu redor
  • Não resista fisicamente a nenhuma tentativa de assalto
  • Tenha cuidado ao caminhar ou dirigir à noite
  • Evite caminhar nas praias depois de escurecer
  • Não exiba sinais de riqueza, como usar relógios ou jóias caras
  • Seja extremamente vigilante ao visitar bancos ou caixas eletrônicos
  • Tenha cuidado nos principais centros de transporte ou nos transportes públicos, especialmente à noite. Os passageiros enfrentam um risco elevado de roubo ou assalto usando transporte público de ônibus municipal em todo o Brasil
  • Tenha mais cuidado ao caminhar em áreas isoladas

Via G1

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Casal de policiais é vítima de tortura dentro de casa em MG

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Os policiais foram socorridos por vizinhos, que pediram ajuda para que o casal fosse levado ao hospital

Um casal de policiais militares foi vítima de um ataque nesta segunda-feira (6), em Igarapé, em Belo Horizonte, Minas Gerais. De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, após o ataque, foi integrada uma força-tarefa para solucionar o caso com a participação do Ministério Público, da Polícia Militar, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Segundo informações das autoridades, os suspeitos invadiram a casa dos policiais com a intenção inicial de roubar a residência. Porém, quando perceberam que as vítimas eram PMs, começaram a realizar a tortura contra os dois.

Depois disso, os criminosos teriam dado tiros na cabeça dos policiais e fugido do local do crime usando o carro deles. Após a fuga, o grupo teria abandonado e incendiado o veículo em uma estrada. Os policiais foram socorridos por vizinhos, que pediram ajuda para que o casal fosse levado ao hospital.

Após o início das investigações, um dos suspeitos foi encontrado e se entregou à polícia. Em depoimento, ele informou onde achava que os outros envolvidos no crime poderiam estar. Ao chegar ao local indicado, a polícia encontrou resistência por parte dos suspeitos e houve confronto. Depois do confronto, um dos suspeitos foi preso e outros três acabaram morrendo.

Segundo informado pelo delegado Marcus Vinícius Vieira, esse tipo de ataque aos agentes de segurança “é uma afronta ao estado democrático de direito”. As investigações para a conclusão do inquérito policial continuam sendo feitas. Os dois suspeitos que foram presos deverão ser ouvidos nos próximos dias.

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Pai é preso por acorrentar filha para que ela não encontrasse namorado; ela tem 12 anos

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Homem foi preso por maus tratos porque levou filha acorrentada até polícia para pedir ajuda aos oficiais.

Um homem de 32 anos foi preso por maus tratos na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, após levar a filha, de 12, acorrentada à polícia. O pai mantinha a menina presa em casa para evitar que ela fugisse e encontrasse o namorado, também menor de idade.

Segundo a polícia, ele chegou até o local com a menina acorrentada pedindo ajuda aos policiais para que os encontros dela com o namorado não acontecessem. Além das correntes, hematomas no corpo da menina comprovavam os maus tratos. O homem foi preso e a menina foi ouvida pelo Conselho Tutelar. Em conversa, ela denunciou que o pai a agredia constantemente.

O suspeito já tinha passagens na polícia por violência doméstica e por maus tratos contra o filho mais velho, de 13 anos, e contra a própria filha por outra fuga da menina. Ele foi detido e está à disposição da justiça na Delegacia de Pronto Atendimento do município.

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Homem mata avó e tio durante discussão familiar na Grande São Paulo

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Suspeito acabou morto pela PM; caso aconteceu na manhã desta quarta-feira em Embu das Artes

Um homem matou a avó e um tio em Embu das Artes, na grande São Paulo, nesta quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), o incidente ocorreu após uma discussão com os familiares.

O suspeito acabou morto pela PM. A corporação alegou que os agentes chamados para conter o homem também foram atacados e reagiram a tiros.

Entre os mortos, estão a avó e um tio do homem que, segundo a polícia, era usuário de drogas. Além disso, uma tia do homem também foi esfaqueada, mas sobreviveu e está internada em hospital da região.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Embu das Artes, onde foi aberto inquérito para apurar as circunstâncias das mortes.

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher mata namorado com faca de serra em MT e é liberada após polícia entender legítima defesa

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Suspeita disse que namorado tentou matá-la depois que ela recusou a pagar dívidas de droga dele

Uma mulher foi detida na madrugada desta quinta-feira (19) suspeita de ter matado o namorado dela em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a suspeita, Maria do Desterro Rodrigues de Carvalho, de 35 anos, matou Geovane Santana Ferreira, de 22 anos.

O delegado da Polícia Civil, Daniel Santos Nery, entendeu o crime como legítima defesa e deixou de fazer a prisão em flagrante.

O crime ocorreu dentro de uma casa no bairro Residencial Vida Nova por volta de meia-noite.

A mulher contou aos policiais que Geovane queria que ela pagasse dívidas de droga. Ela se recusou e foi ameaçada por ele. O namorado teria ameaçado até os filhos da vítima.

O casal brigou e Geovane teria tentado matar a namorada a enforcando com as mãos.

A mulher pegou uma faca de serra e atingiu Geovane foi atingido no peito. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros até o hospital municipal. Ele não resistiu e morreu.

Maria do Desterro ficou no local e foi detida pelos policiais.

“Ela disse que ele estava com uma dívida e ele a pressionou. Eles discutiram, ele tentou enforcá-la. Ela aparentava estar desesperada e chorava muito. Ela disse que nunca imaginou que fosse tirar a vida dele com uma facada”, afirmou o delegado.

Mesmo sem a prisão, a mulher será investigada pela polícia. Via G1

Continue lendo…

Homem é morto a tiros pelo pai da ex-namorada após esfaqueá-la na frente dele

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caso ocorreu em Goiânia. Jovem de 22 anos foi espancada e esfaqueada pelo ex-namorado na frente do pai dela. Pai da jovem teria atirado contra ele

Um homem foi morto na cidade de Goiânia, em Goiás, após esfaquear e espancar a ex-namorada, de 22 anos, na frente do pai dela. Segundo Boletim de Ocorrência, o ex-namorado , que não teve identidade revelada, usava tornozeleira eletrônica e pulou o muro da casa da jovem após ameaças.

No momento em que a jovem foi esfaqueada, o pai dela chegou na sala de casa e se deparou com a cena. Ele teria pegado uma arma, atirado no homem e fugido do local em seguida.

O autor dos disparos ainda não foi encontrado pela polícia. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima esfaqueada, que foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e sobreviveu.

Continue lendo…