Por que é uma boa ideia usar papel alumínio para melhorar o sinal de wi-fi

Muitos já ouviram falar desse truque por aí, e ele tem respaldo na ciência. Pode não só reduzir interferências e fortalecer a conexão, mas também tornar a internet de sua casa mais segura.

Graças à nossa luta diária para ter um bom wi-fi em casa, ficou famosa a ideia de usar papel alumínio para direcionar o sinal de internet. Não é um truque novo, mas é bom saber que a ciência demonstrou que ele funciona.

Segundo pesquisadores da Universidade de Darthmouth, nos Estados Unidos, colocar papel alumínio ou uma lata em volta das antenas do roteador pode melhorar o sinal, reduzir interferências e aumentar a segurança da conexão.

“Isso melhora a eficiência da rede sem fio em edifícios, ao reduzir o impacto que paredes e divisões internas têm”, dizem os engenheiros de Darthmouth.

Como funciona o truque do papel alumínio para melhorar o sinal de wi-fi?

As antenas dos roteadores são geralmente omnidirecionais, ou seja, seu sinal se dispersa para todos os lados.

Uma barreira de papel alumínio colocada em torno delas faz com que o sinal se torne unidirecional, ou seja, vá apenas em um sentido.

Assim, você pode direcionar o wi-fi para a sala, por exemplo, o que fará com que outros ambientes fiquem sem sinal, mas ele estará concentrado onde pode ser mais necessário.

Os roteadores usados em nossas casas normalmente enviam o sinal para várias direções

Impedir que o sinal se propague em determinada direção e chegue apenas a alguns locais pode ter outros benefícios.

Pode ser útil, por exemplo, para evitar que ele atinja um espelho e seja refletido, o que pode gerar interferências e afetar a qualidade da conexão.

Isso ainda pode tornar a internet mais segura em sua casa

Direcionar o sinal reduz a interferência e ainda pode melhorar a segurança do wi-fi.

A barreira de alumínio pode servir para que o sinal não chegue a pessoas que queiram piratear a internet de sua casa ou que estejam tentando de alguma forma acessá-la para cometer uma fraude ou realizar um ataque.

Os pesquisadores de Darthmouth criaram uma versão mais sofisticada desse truque caseiro.

Fizeram um sistema que imprime modelos 3D em plástico, que podem ser envolvidos em papel alumínio para direcionar o sinal até onde se deseje.

Parece bastante simples, mas não é comum ainda ter acesso a uma impressora 3D, então, é melhor por enquanto ter um pouco de paciência e criatividade para criar nossos próprios painéis de papel alumínio.

Fonte: bbc

Voo é interrompido por conta de wi-fi com nome suspeito

Um voo da Turkish Airlines que ia de Nairóbi, capital do Quênia, até Istambul, na Turquia, teve que fazer pouso de emergência em Cartum, no Sudão, após passageiros descobrirem uma rede wi-fi com o sugestivo nome de ‘bomba a bordo’ e alertarem a tripulação.

Em comunicado obtido pela Reuters, a companhia aérea disse que, após as autoridades inspecionarem a aeronave, nenhum artefato explosivo foi encontrado e o voo continuou normalmente até seu destino “Especialistas disseram que a rede wi-fi em questão foi criada a bordo do avião. Nenhuma irregularidade foi descoberta após os procedimentos de segurança serem realizados e todos os passageiros foram levados de volta à aeronave após o embarque recomeçar”, disse a Turkish Airlines.

Os 100 passageiros da aeronave chegaram ao seu destino e a companhia aérea não deu maiores detalhes se algum deles foi apontado como o responsável pela brincadeira de mau gosto.

Fonte: emais.estadão

Audi’s 50 mph e-bike pops wheelies, boasts WiFi

Audi, the company that brought you hybrid-diesel racecars, has an intriguing two-wheel concept vehicle: an ultra-light carbon fiber electric bicycle that has WiFi built in, can hit 50 mph, and even has a Segway-like mode that lets it run on just its back wheel (apparently clever computers and gyroscopes will keep you balanced).

Audi unveiled it at the 2012 Wörthersee Tour in Austria — and the e-bike itself is also called Wörthersee (which happens to be a beautiful lake in Austria). The carbon fiber frame weighs just 3.53 pounds (1.6kg) — but with a 2.3kW electric motor and lithium ion battery the bike’s total weight is 24lbs (11kg). It’s pegged as a high-performance bike for trick cycling, including the ability to ride on its back wheel alone in two of the five modes: Pure, Pedelec, eGrip, Power Wheelie, and Balanced Wheelie.

Audi says the e-bike travels up to 31 mph on the electric motor, and up to 51 mph when the rider pedals as well. The battery can be charged in 2.5 hours or quickly swapped. It’s also outfitted with WiFi and a smartphone that provides electronic controls for the bike as well as unlocking the bike — so someone else doesn’t use your bike to pop their wheelies. Price and availability? Be patient, says Audi, all in good time.

Many automakers also sell performance bikes as lifestyle accessories, but nothing like Audi’s e-bike. BMW i Ventures, the New York City-based venture fund for mobility related investments, is providing seed money for a more mainstream electric bicycle that would be light and foldable. Drive to the train station in the suburbs, carry the bike on board, get to your destination city, unfold the bike, and motor electrically to your office a mile or two away.