Tática de assumir autoria de ataques levanta dúvidas sobre atual poder do EI

PARIS – O grupo extremista Estado Islâmico (EI) tinha a reputação de apenas reivindicar atentados que havia organizado ou inspirado. Porém, nos últimos meses, após ter perdido terreno em seu “califado” na Síria e no Iraque, surgem dúvidas a respeito de suas reivindicações, segundo especialistas e autoridades.

O EI afirmou que o assassino de Las Vegas, Stephen Paddock, um contador aposentado e assíduo apostador, era na verdade “Abu Abdelberr, o americano”, “soldado do califado”, recentemente convertido ao Islã. Na noite de domingo, 1º, Paddock assassinou 59 pessoas e deixou mais de 500 feridos ao atirar de um quarto de hotel em uma multidão que acompanhava um show.

Investigadores e serviços de inteligência se mostraram céticos quanto a essa declaração. O FBI publicou um comunicado no qual descartou, até o momento, qualquer ligação entre Paddock com alguma organização terrorista.

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário