O SPPrev, órgão que gere a Previdência dos servidores do Estado de São Paulo, confirmou, nesta quarta-feira, que o presidente Michel Temer fez, enfim, a “prova de vida” necessária para voltar a receber a aposentadoria como procurador do Estado. Segundo o instituto, Temer realizou a comprovação em janeiro.

O presidente havia perdido o direito de receber seus proventos ao não ter realizado a prova de vida em setembro de 2017, mês do seu aniversário. Os salários de novembro, dezembro e janeiro foram acumulados e já foram pagos, assim como o 13º de 2017.

Como procurador aposentado, Temer recebe salário bruto de R$ 45.055. Em função do limite constitucional para o pagamento de funcionários públicos, a renda cai para R$ 22.109 líquido. A última aposentadoria recebida pelo presidente foi em outubro.

O SPPrev não confirmou quando o presidente recebeu as aposentadorias acumuladas, nem quanto foi pago. O mesmo foi feito pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. A última remuneração que consta ao presidente, pela União, é de novembro de 2017, de R$ 3.896,82.

Com informações do Extra

Alan Alex

Alan Alex

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *