Tempestades no norte da Índia matam 73 pessoas e ferem 140

Os incidentes meteorológicos são frequentes no sul da Ásia na época de mais intensidade das chuvas

Pelo menos 73 pessoas morreram e 140 ficaram feridas nas últimas 24 horas por tempestades e fortes chuvas nos estados de Uttar Pradesh e Rajastão, na Índia, informaram hoje (3) fontes oficiais à Agência EFE.

Em Uttar Pradesh, no norte do país, pelo menos 46 pessoas morreram e 38 ficaram feridas por causa de uma tempestade “muito séria” que começou ao anoitecer, afirmou o diretor-adjunto da Autoridade de Gestão de Desastres Estatal, Sanjay Kumar.

“O pior da tempestade ocorreu em Agra, onde morreram 36 pessoas e 35 ficaram feridas. Em algumas partes da cidade, as casas desabaram e as pessoas ficaram presas dentro delas, com árvores caindo sobre suas casas”, afirmou. Kumar disse que o estado segue em alerta diante da possibilidade de continuar o temporal.

Uma porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres do Rajastão, Bijendra Singh, explicou que pelo menos 27 pessoas faleceram e 102 ficaram feridas nos distritos de Bharatpur, Alwar e Dholpur, por conta de uma tempestade de areia que eclodiu ao anoitecer.

Essa mesma fonte afirmou que a maior parte dos mortos e feridos sofreu acidentes na rua, e afirmou que as autoridades emitiram um alerta “uma ou duas horas” antes do início da tempestade.

Os incidentes meteorológicos são frequentes no sul da Ásia na época de mais intensidade das chuvas, sobretudo, entre julho e agosto, quando costumam deixar centenas de mortos e milhões de desabrigados na região.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário