Ter um cão faz bem à saúde

Um estudo recente associa os animais de estimação à menor probabilidade de ter doenças cardíacas

Sempre se ouviu dizer que o cão é o melhor amigo do homem e não há dono de cão que não concorde com a afirmação. Para os que torcem o nariz, o recente estudo lançado por pesquisadores suecos, pela Scientific Reports, vem provar que assim o é: ter um cão traz mesmo benefícios para a saúde humana.

Depois de se analisar a melhoria a nível social que os cães garantem aos seus donos, a pesquisa aponta que quem possui um destes caninos reduz em 23% a probabilidade de contrair doenças cardíacas e em 20% o risco de morrer de qualquer causa associada a este problema.

A suposição desta ideia já havia sido lançada pela Associação Americana do Coração, mas só agora os dados foram comprovados com um estudo, que analisou 3,4 milhões de pessoas entre os 40 e os 80 anos e vem provar que os donos de cães evitam o estresse com mais facilidade, já que mantêm os níveis de pressão arterial, apresentam maiores níveis de atividade física e colesterol mais baixo.

Entre o grupo de pessoas que possui um cão, os níveis foram ainda mais positivos no caso de quem mora sozinho. Como disse Tove Fall, autor desta pesquisa, “os cães encorajam a que se passeie, providenciando apoio social e oferecendo um significado à vida dos seus donos. Se tem um cão, é incentivado a interagir também com outras pessoas. Se estiver doente no hospital, vai sentir uma maior motivação para regressar a casa”.

Daqui se conclui que a relação nem sempre é direta, mas prova que ter um cão em casa tem (ainda mais) vantagens do que se pensava.

Deixe um comentário