Testoni e Mosquini não saem da cadeia antes do dia 11

[su_frame align=”right”] [/su_frame]O Tribunal de Justiça de Rondônia informou na manhã desta sexta-feira que não foi apresentado nenhum pedido de Habeas Corpus ou de relaxamento das prisões preventivas determinadas pelo desembargador Oudivanil de Marins nos autos do processo da Operação Ludus.

Os recursos dos acusados serão analisados por três desembargadores da 1ª Câmara Especial: o próprio Oudivanil, que será o relator, Eurico Montenegro Júnior (Presidente) e Gilberto Barbosa. A próxima reunião está marcada para a quinta-feira, 11 de dezembro. Até lá eles devem permanecer presos.

As informações são do Rondoniagora

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário