TRE absolve Adriano Boiadeiro por unanimidade; ele não precisa de liminar

Ex-deputado foi inocentado das acusações e vai ter registro de candidatura sem problemas

O ex-deputado estadual Adriano Boiadeiro foi absolvido pelos juízes do Tribunal Regional Eleitoral por unanimidade. Todos eles concordaram que as acusações que pesavam contra o ex-parlamentar não tinham fundamento e com isso ele está livre para disputar as eleições deste ano sem precisar de nenhuma liminar.

O Ministério Público Eleitoral alegou que o ex-parlamentar havia apresentado apenas a 2ª parcial da prestação de contas das eleições de 2014, que o mesmo havia sido notificado por e-mail enviado ao contador e pedia a inelegibilidade do ex-parlamentar. Os advogados de Boiadeiro, da banca de Nelson Canedo, argumentaram que a notificação via e-mail contraria a norma vigente e pediram nulidade do processo.

O julgamento foi realizado no início de agosto e garantiu ao ex-parlamentar tranquilidade, “meus adversários, que não tem nada para me atacar, ficam inventando histórias, dizendo que preciso de liminar. Fui inocentado, e com a graça de Deus posso andar de cabeça erguida, sem precisar de liminar nem nada disso”, declarou o Boiadeiro, que disputa a prefeitura de Nova Brasilândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *