União Europeia assina tratado de livre comércio com o Canadá

Acordo ainda precisa passar por cerca de 40 Parlamentos nacionais e regionais para vigorar em definitivo

Um tratado de livre comércio foi assinado pela União Europeia e pelo Canadá, nesse domingo (30), embora o acordo ainda precise passar por cerca de 40 Parlamentos nacionais e regionais na Europa, nos próximos anos, para entrar completamente em vigor.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, assinou o tratado com os chefes de instituições da UE, em um passo que deve permitir a implementação provisória do acordo no início de 2017, com a retirada da maior parte de tarifas de importação. As informações são da Folha de S. Paulo.

Mas a missão não tem sido fácil. Moradores do sul da Bélgica, que falam francês, foram contrários e estavam atrapalhando o acordo. A situação só avançou a favor do livre comércio na quinta-feira (27).

“Tudo fica bem quando termina bem”, disse o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker. “Temos 20 negociações em curso e hoje estamos determinando os padrões gerais que a UE e a Comissão Europeia querem que os outros aceitem”.

Ainda segundo a Folha, os que apoiam a medida afirmam que o Ceta aumentará o comércio entre Canadá e UE em 20% e impulsionará a economia da UE em € 12 bilhões ao ano e a do Canadá em 12 bilhões de dólares canadenses.

Para o Canadá, o tratado é importante para reduzir a dependência do vizinho EUA enquanto mercado de exportação.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário