Venezuela deve sair do Mercosul, defende presidente eleito da Argentina

Mauricio Macri, eleito presidente da Argentina neste domingo, disse que vai buscar a suspensão da Venezuela do Mercosul devido a acusações de abusos de direitos cometidos pelo governo de Nicolás Maduro. “É evidente que a [su_frame align=”right”] [/su_frame]cláusula democrática do bloco deve ser invocada porque as acusações são claras e, sem dúvidas, não foram inventadas”, disse Macri a jornalistas nesta segunda-feira.

Durante sua campanha, Macri já havia criticado posições do governo de Maduro, como a prisão do líder de oposição venezuelano Leopoldo López. “Isso não é o que faz um governo democrático”, afirmou.

A vitória de Macri marcou um momento histórico na Argentina, que pela primeira vez em 100 anos escolheu um candidato que não pertence nem ao peronismo nem ao radicalismo socialdemocrata. O resultado da votação encerrou doze anos de hegemonia política do casal Kirchner, primeiro com Néstor, eleito em 2003, e agora com Cristina, eleita pela primeira vez em 2007.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Venezuela deve sair do Mercosul, defende presidente eleito da Argentina

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: