A polícia apura a denúncia, registrada por três mães de alunos de uma escola particular de Águas Claras, de agressões morais contra as crianças. Na noite dessa terça-feira (30/6), começaram a circular, nas redes sociais e grupos de Whatsapp, vídeos que mostram supostas agressões, tanto físicas quanto morais, contra crianças de três anos.

Dentre os momentos registrados, há um trecho em que duas monitoras debocham de uma criança que teria feito xixi na sala. “Olha o tamanho desse menino. Vai andar pelado agora. Tira essa roupa. Olha a cueca dele toda molhada. Oh! Eco! Olha ele de cueca gente (risos), vai andar de cueca para aprender a nunca mais fazer xixi”, diz uma delas.

Todos os registros teriam sido feitos por uma funcionária da instituição. As ações teriam partido de três professoras da unidade que já estão suspensas desde ontem. Em um dos vídeos, uma criança está chorando por que as professoras estariam estourando balões, cientes de que isso a assustava. Em outro, é possível escutar as professoras debochando de uma criança porque ela teria feito xixi na calça. Elas o chamavam de “bebê”, mesmo com pedidos para que parassem.

A escola informou que repudia qualquer atitude que fira os princípios morais da instituição. Ainda de acordo com a nota, todas as providências necessárias para apurar quaisquer irregularidades já estão sendo tomadas.
As informações são do jornal Correio Braziliense

Alan Alex

Alan Alex

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *