Vídeo postado no Facebook mostra homem sendo torturado em oficina

Apontado como “ladrão” o homem aparece amarrado e sendo espancado

Porto Velho – Um vídeo postado nesta quarta-feira no perfil “Eu vi no Whatsapp” no Facebook mostra um homem que supostamente seria um ladrão, nu, amarrado em uma coluna em um local que parece ser o galpão de uma oficina, sendo espancado com uma tábua por um homem que é chamado de “Marcinho” pela pessoa que fez a filmagem. Na descrição do vídeo, os administradores da página falam que “Roubar, traficar, entre outros crimes, é opção da pessoa, então aguente as consequências”.

O vídeo já conta com pouco mais de 70 compartilhamentos e diversos internautas conderam a postagem. Um mulher disse, “Crueldade sem tamanho. Esse tipo de ato não é justificável, só torna a pessoa igual ou pior que o cara. Nesse caso, muito pior”. Outro internauta acrescentou, “Não concordo que tenha que ser assim, imagina se fosse um irmão seu, ou sua mãe no lugar dele, TB deveria aguentar as consequências? Ele deve ser penalizado sim, ser prezo sem regalias, sem brechas pra se acomodar, porém ser torturado não concordo, no lugar dele eu se fosse solto um dia depois disso, iria atrás de cada um, e ta aí o mundo de hj, violência gerando violência”.

Um outro usuário da página destacou, “Isso é realidade de um país q não tem leis, se bandido ficasse preso, isso não aconteceria, não sou a favor de violência mas nesse casa sim, tanta gente defendendo bandido, tadinho, eles fazem coisas piores com muitos pais de família, q matam sem nenhuma piedade”. Também tem os que defenderam o ato. Um deles disse que, “Faltou tacar fogo e deixar lamber. Vagabundo tem q ser eliminado. E quem defende vagaba, vagaba é. Hipocrisia do inferno”. E ainda teve quem afirmou que “a lei é fraca tem mais é que fazer isso mesmo u.u o povo já não aguenta mais comprar celular pra no outro dia serem roubados”. Veja o vídeo:

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário