Voo da Gol volta para Recife após falha técnica; passageiro relata cheiro de fumaça

Cerca de cinco minutos após decolar na segunda-feira, 8, o voo 1613 da Gol teve de retornar ao Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, do Recife. O incidente ocorreu por volta das 5h30 da manhã, quando foi identificada uma “limitação técnica”, de acordo com a companhia. Segundo o passageiro Terni Castro, de 26 anos, havia um cheiro de fumaça dentro da aeronave, cujo destino era o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos.

“O avião decolou tranquilamente e começou a se estabilizar. Mas aí, com cerca de 5 ou 10 minutos, o piloto anunciou que estava retornando ao aeroporto. Ficou uma apreensão dentro da aeronave, mas, em momento algum, ela se desestabilizou”, disse o jornalista pernambucano.

“Assim que o avião ‘estacionou’, o piloto informou que iriam fazer uma manutenção. Depois desses 20 minutos, informou que demoraria uma hora essa manutenção e que, por isso, desembarcaria todos os passageiros”, relata Castro, que foi realocado em um voo de outra companhia, com destino final para Santiago, no Chile.

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário