Whatsapp, descubra se você foi bloqueado

O aplicativo mensageiro instantâneo mais usado da internet, além de prático pode se tornar um veículo de controvérsia entre os internautas. Nem todo o usuário é bem-vindo entre a lista de contatos, afinal todo mundo tem o direito de escolher com quem manterá contato. E para evitar o recebimento de mensagens incômodas, o aplicativo oferece a possibilidade de bloqueio aos usuários indesejados.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]O que acontece quando um contato é bloqueado no WhatsApp

– As mensagens enviadas pelo usuário bloqueado jamais serão entregues ao destinatário.
– Ele não conseguirá realizar chamadas pelo aplicativo a quem o bloqueou.
– Não conseguirá visualizar a atualização de status, visto pela última vez e alteração da foto de perfil.

Mas esses indicadores não garantem que necessariamente alguém tenha sido bloqueado, porque se o contato não estiver conectado à internet, as mensagens também não serão entregues ao destinatário e as suas atualizações também não estarão disponíveis.

Como posso saber se alguém me bloqueou no WhatsApp?

O WhatsApp não exibe mensagem alguma ao contato que suspeita ter sido bloqueado, mas existe um artifício que pode ser usado pelo o leitor e que serve como teste. Confira.

– Abra o WhatsApp e crie um novo grupo.
– Localize o contato que você tem dúvidas sobre o bloqueio e tente adicioná-lo ao grupo recém-criado.
– Se você não estiver bloqueado, o contato será adicionado com sucesso.
– Se falhar a tentativa de adicionar o contato ao grupo, será exibida uma mensagem – “não está autorizado a adicionar este contato”. Isso significa que o seu contato está bloqueado.

A explicação sobre a validade desse teste é porque somente usuários que não tiverem sido bloqueados pelo o seu contato, poderão adicioná-lo ao grupo.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário